Ello e FIR oferecem aulas de inglês e espanhol para jovens da orquestra cidadã

Aula de Inglês/Foto Divulgação


Dando inicio a segunda etapa do projeto “Ello Voluntário na Educação”, a Ello-Puma Distribuidora de Combustível estabelece parceria com a FIR (Faculdade Integrada do Recife) para ampliar o número de jovens atendidos e de línguas oferecidas para jovens da Orquestra Cidadã dos Meninos do Coque. Além disso, ainda neste mês de julho, a biblioteca da Orquestra, localizada no Quartel do Exército do Cabanga, receberá a doação de livros didáticos que serão utilizados pelos estudantes para consulta.

A parceria entre as empresas possibilitou a abertura de mais duas turmas, com aulas de inglês e espanhol, oferecendo a oportunidade de aprendizado para mais 19 jovens músicos, entre dez e 15 anos, que compõem a Orquestra Criança Cidadã dos Meninos do Coque. São estudantes de escolas públicas de um dos bairros mais pobres do Recife, o Coque, que através do patrocínio da distribuidora de combustíveis Ello-Puma, terão a oportunidade de adquirir conhecimento para uma segunda língua.

O “Ello Voluntário na Educação”, programa desenvolvido pela distribuidora, oferece um curso de três anos, com módulos evolutivos do básico ao avançado, a primeira turma, com 17 jovens, concluiu o módulo inicial de inglês no último mês de junho. As aulas são ministradas aos sábados, das 15h às 17h, na sede da Orquestra. O material didático da Universidade de Oxford serve de base para a proposta pedagógica, que inclui vários recursos multimídia como filmes, música, jogos. “Poder contribuir com a formação desses adolescentes é um oportunidade muito especial. Ficamos lisonjeados em fazer parte desta iniciativa”, comenta Kátia Tavares, Coordenadora de Marketing e Responsabilidade Social da Ello-Puma.
A Orquestra Cidadã dos Meninos do Coque, que coloca instrumentos musicais (violão, viola, violoncelo e contrabaixo) nas mãos de jovens carentes de 7 a 15 anos, tem cerca de três anos de existência e possui seu próprio espaço, construído pelo Exército, um dos parceiros do projeto. Conta com cinco salas de aula, auditório, recepção e uma luthieria. A coordenação musical é do maestro Cussy de Almeida. Adaptado por ele à realidade local, o método de ensino aplicado é o Suzuki, que desenvolve a atenção global da criança e suas sensibilidades auditivas, visuais e sinestésicas.

Da Assessoria de Imprensa/Press Comunicação