Intercâmbio Cultural Brasil x França

Fotos/Divulgação

Divulgação
A coordenadoria de artes plásticas da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe), em parceria com a Secretaria Especial da Juventude e Emprego, dá seguimento ao Intercâmbio Internacional de Cultura Urbana. Depois de ações de grafite durante o festival de Inverno de Garanhuns, o projeto, dentro da programação do ano da França no Brasil, chega ao recife com diversas atividades.

Os grafiteiros franceses do coletivo L’Artmada escalam reforços para a realização de obras pela cidade. Remy Uno (Hep) e Asol, que já atuaram em Garanhuns na semana passada, recebem os colegas Lime, Jaw e Blo. Derlon também terá ao seu lado outros nomes do time pernambucano como Galo, Alado, Bozó.

Foto/Divulgação

Nesta sexta (31), os artistas se reúnem na Rua da Moeda, às 21h, para a execução de um painel conjunto. O evento tem ainda participação do grupo francês de rap Shaolyn Gen Zu, oriundos do gueto Montfermeil, de onde emergiram protestos da periferia e conflitos incendiários que se irradiaram pela França em 2005. Ação semelhante é realizada no dia 4, no Pátio de São Pedro, dentro da programação da Terça Negra, a partir das 19h.
Divulgação
Áudio-visual - O caos urbano de Montfermeil também ganha ênfase na programação da Mostra Especial de Filmes Franceses, da Fundaj. Na segunda-feira, 3, após a projeção de O Ódio (La haine, 1995, 96 min, de Mathieu Kassovitz), o cineasta Ladj Ly exibe curtas-metragens e promove debate com o público sobre os principais conflitos recentes na França, no que diz respeito a revoltas da periferia.


SERVIÇO:
Intercâmbio Brasil x França de Cultura Urbana
L’artmada e grafiteiros pernambucanos + rap de Shaolyn Gen Zu
Sexta (31/7), às 21h, Rua da Moeda
Terça (4/8), às 19h, Pátio de São Pedro
Curtas e debate com Ladj Ly
Segunda (3/8), às 20h, Cinema da Fundação
Rua Henrique Dias, 609, Derby

Da Assessoria de Imprensa/Aponte Comunicação (81 3427-1999)